Como isolar bad blocks do seu HD com Linux

Esta publicação é continuação da formatação de baixo nível usando Linux, onde, no final da publicação enfatizei a necessidade de isolar bad blocks em casos em que um zero fill não resolver eventuais problemas no HD.

A troca do HD danificado é a melhor sugestão. Execute o isolamento de bad blocks somente se necessário ou na ausência de recursos para a compra de um novo HD. Um HD com bad blocks jamais irá operar igual à um HD integro.

O Linux Lite é um derivado do UBUNTU, portanto, todos os comandos do UBUNTU servem para o Linux Lite. E o Linux Lite trás consigo o utilitário badblocks

Executando o utilitário badblocks do Linux Lite

O Linux Lite é uma variante do UBUNTU, então, qualquer outra distro baseada no UBUNTU pode ser usada.

  1. Dê um boot no pen-drive ou CD-ROM contendo a distro Linux Lite. Obs: Veja na publicação anterior como criar um Live CD do Linux Lite – formatação de baixo nível usando Linux
  2. Abra o terminal.
  3. Identifique o disco que deseja reparar utilizando o comando;
    sudo fdisk -l

    também visto na publicação anterior, vale a pena dar uma conferida  – formatação de baixo nível usando Linux

  4. Depois de identificado o disco que deseja reparar, execute o comando
    badblocks /dev/sdb
  5. Vá descansar, assim como a formatação de baixo nível, o isolamento de bad blocks é longo e cansativo.
  6. Ao término da operação o utilitário irá lhe retornar quantos blocos foram isolados, ou, apresentará um breve relatório em caso de falhas.

É importante entender que o isolamento de blocos do HD impacta na diminuição da capacidade de armazenamento. É comum vermos um HD de 1 Tera ser reduzido para apenas 120 GB após os processos de isolamento, sendo mais um motivo para você optar pela troca do componente ao invés de tentar repará-lo.

Deixe seu comentário